terça-feira, 26 de outubro de 2010

Ontem sonhei que voava

Ontem sonhei que voava,
Sonhei, sonhei … e voei.
Enquanto me transportava…
Para lá do Horizonte …
Onde minh’alma deixei.

Inigualável esta sensação…
Que jamais alguma vez eu senti;
Flutuei. Elevei meu coração…
Para um lugar bem distante dali.

“Ontem sonhei que voava,
Eu sonhei que estava aqui.
Hoje estou onde não estava…
Estou onde antes sonhava…
Neste torrão onde nasci…”


Cecília Rodrigues
"Veleiro de Saudades"
Postar um comentário