quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Poemas curtos

Feliz dia ensolarado
De amor e paz tecido
E a luz da lua espreitando
Eu e tu, tudo faz sentido
*
Amor, palavra divina
Dignifica a vida
È dádiva é sina
È alma incontida.
*
São tão tristes os meus versos
Porquê alegre, os não faço?
-Brilham meus olhos impressos,
Nas poucas linhas que traço...

*

Do lápis para o leito branco
A torrente transporta e corre
Minh'alma num sentido franco
Despede-se da dor que morre
2003
*
Reflexão

Esta face...
Aqui no espelho reflectida...
Traços marcados pela vida...
Reflexos de um passado, tão presente...
E estes olhos que firmemente...
Com tantas incertezas revêem...
Dias, horas e minutos de alguém...
Que reflecte o ontem, o hoje e o amanhã! (incógnita)

Cecília Rodrigues
2003
*
Postar um comentário