terça-feira, 29 de julho de 2008










Poesia . . .

És companhia...nas horas cruas
És harmonia nas tempestades
Nas intempéries apaziguas
Neste Planeta em desigualdades

Nas horas certas tu compactuas
Na paz de espírito nas Irmandades
Contigo a calma tem forma de luas
E o amor perdura por eternidades

Também és candura, alma e luz
És aquela estrela que me conduz
Nesta via láctea de tantos horrores

Abraço este esteio que me propus
E na tua palavra que me seduz
visto-me de sonhos, vislumbro flores


Cecília Rodrigues
2007
Postar um comentário